São diversas as pessoas sábias com incríveis estudos, teorias e mensagens de autoconhecimento. Se você está fazendo esta leitura, certamente já se deparou com alguma obra grandiosa sobre o tema ou já ouviu falar de algum bom autor. Essas pessoas têm o poder de transformar vidas com suas palavras dotadas de tanta sabedoria. Buda é um exemplo de alguém que disseminou o autoconhecimento por meio da meditação e acabou por tornar-se mestre de muitos. Apesar do exemplo, este texto não fala sobre grande figuras religiosas, mas sim daquelas que são capazes de transformar por palavras de amor e motivação. Quanta luz essas personalidades são capazes de emanar, que brilho! 

Vou pedir para que você escolha uma autor que escreveu aquela obra incrível que mudou sua vida, uma personalidade televisiva, um grande filósofo, ou até mesmo alguém que você segue em suas redes sociais. Peço para que escolha alguém que te inspire, para quem você olhe e pense no quão iluminada essa pessoa é. 

O ser no qual você pensou, ao compartilhar seus conhecimentos, compartilha também a sua luz com o mundo para estimular você a se deixar brilhar. A luz que você enxerga no outro nada mais é do que a mesma que existe em você. Tudo que está no outro também está em você. Todas as pessoas do mundo são capazes de sentir tudo, desde o amor ao ódio, do medo à coragem, da tristeza à alegria, e assim por diante. 

Sendo assim, você tem todas as características necessárias para se deixar brilhar, de se mostrar o ser iluminado que você já é para você mesmo e para aqueles que estão a sua volta. As palavras do seu mestre ou guru são só um caminho para você conseguir enxergar o seu potencial, o que você tem guardado dentro de você, mas que ainda não descobriu. 

Todas as vezes que se pensa no quanto fulano é isso ou aquilo – coisas boas ou ruins -,  devemos lembrar que também o somos. Da mesma forma que quando apontamos o dedo para falar de alguém negativamente, falamos de nós mesmos (quem nunca ouviu isso?), o mesmo acontece quando falamos positivamente. Acontece que, nos dois casos, cria-se uma distância entre você e o objeto apontado. Dessa forma, ao enaltecer alguém sem se lembrar de que você também tem características a serem enaltecidas, você coloca uma pessoa tão humana quanto você (acerta e comete erros) num patamar acima e se distancia do seu próprio brilho, por acreditar que essas características são só do outro. 

Gurus são humanos, mestres são humanos e você, não coincidentemente, também é humano(a). Tenha essas pessoas como inspiração, até porque são maravilhosos seus ensinamentos, mas lembre-se que um aprendiz pode chegar ao nível de seu mestre. Se quer encontrar a sua luz, que tal começar procurando dentro de você? 

Não se engane, pois o seu verdadeiro mestre só pode ser você. Somente você pode mudar a sua vida. Ninguém pode fazer isso por você. Aprenda com o outro, mas não se esqueça que tudo que ele tem você também tem.

[A FÓRMULA DO SUCESSO] Baixe a exata fórmula utilizada pelas pessoas de sucesso