Os dons das pessoas sensíveis

Pessoas, não é fácil lidar com pessoas. Somos todos seres humanos mas falhos e que ao mesmo tempo que um sorriso está em nosso rosto, num outro momento podemos ficar numa tristeza sem fim. Humanos, seres complexos e que alguns tem uma habilidade especial de serem mais do que especiais.

As pessoas sensíveis possuem uma facilidade de ouvir e entender a dor do outro, conseguem olhar para a vida com serenidade e permitem que as lágrimas borrem a maquiagem, mas nunca deixam de transmitir e demonstrar seus sentimentos. As pessoas sensíveis possuem dons, e é isso que vamos falar hoje, ajudando inclusive você, que ainda tem dificuldade com esse sentimento.

Sensibilidade, a arte de poucos

Nem todo mundo nasceu com o dom de ser sensível. Sim, o dom, pois para ser sensível você precisa ter um grau de empatia, introspecção e intelecto que pode dar o entender que você seja mais tímido e desinteressante do que é…mas na verdade é uma pessoa fabulosa que apenas quem tem uma alma profunda consegue absorver.

A psicóloga Elaine Aron descobriu que existem pessoas mais sensíveis que outras e o que pode parecer uma timidez é na verdade uma forma de se reservar diante de algumas situações da vida, do cotidiano. Por exemplo, em meio a um grupo de pessoas extrovertidas, a pessoa mais sensível tende a se fechar, porém ela consegue observar e entender melhor cada pessoa do grupo do que qualquer outra ali.

Outra característica das pessoas sensíveis é sua capacidade emocional, muito mais forte e determinante em sua vida do que pessoas com personalidades mais fortes e menos empáticas.

Intuitivas

Pessoas sensíveis tem uma intuição muito mais apurada do que outras pessoas. Enquanto alguém pode estar achando que seguir para a direita é o caminho certo, a pessoa sensível pode perceber que em frente existirá algum percalço ou problema que impedirá a continuação do trajeto.

Pessoas sensíveis percebem ao seu redor com mais facilidade, o que acontece no mundo de forma quase transcendental…eles tem um sentido e tato preparado e não se enganam facilmente com pessoas ou coisas, antes sabem exatamente quem são as pessoas confiáveis e verdadeiras.

Empáticas

Pessoas sensíveis tem um elevado grau de empatia, se colocando no lugar de outras pessoas com grande facilidade. Enquanto para muitos seja um desafio ouvir ou entender o outro, para o extremamente sensível isso é algo simples e faz com prazer. Em um mundo cada vez mais competitivo e egoísta, encontrar pessoas sensíveis e empáticas é sem dúvida um achado raro e especial.

Todas as sensações a flor da pele

Seja alegria, prazer, grande felicidade e riso, a pessoa sensível tem suas emoções e sensações muito mais fortes e sentem praticamente tudo com muito mais fervor dentro de si…mas nem sempre isso é exatamente bom.

Da mesma forma que as sensações boas são intensas e sentidas em toda sua plenitude, as sensações ruins como desânimo, tristeza e raiva, também são emoções que mexem com a pessoa sensível em seu ápice, o que pode provocar grandes situações de desespero e por isso essas pessoas são mais propensas a desenvolver problemas de ansiedade e depressão.

O sensível precisa aprender a controlar essas sensações, de modo que não permita que nos momentos bons tenha uma alegria que quando passa, traga uma infelicidade além de toda alegria que sentiu. Com ajuda e uma dose de racionalidade, é possível reverter ou diminuir essas sensações em meio a todo processo.

Veem a solidão como uma amiga

É quase uma unanimidade que a solidão é vista como algo ruim. Estar e ficar sozinho na vida é quase como uma condenação para grande parte das pessoas, porém as pessoas mais sensíveis, vem nessa condição uma oportunidade de crescer emocionalmente e se tornarem mais maduras e inteligentes.

Ler um livro, ouvir música ou simplesmente assistir um filme sozinho, é algo transformador na vida de pessoas sensíveis, pois elas aprendem que se não forem sozinhas assim, jamais poderão ser felizes e fazer alguém feliz quando este aparece. A solidão para o sensível é uma tranquilidade e isso é mais um exemplo da grande capacidade que eles tem para viver bem.

Conhecem a si memo

Pessoas altamente sensíveis conhecem a si mesmo, sabendo exatamente quais são seus pontos fracos e fortes, o que gostam e odeiam e quais as atitudes que devem tomar diante dessa ou daquela situação.

Sabem como se portar, o momento de rir ou falar sério e sabem até onde devem ir num diálogo, evitando discussões e conflitos desnecessários. Por se conhecerem bem, conseguem avaliar a si mesmos e julgar seus próprios erros e acertos, não dando brecha para críticas, antes se corrigindo ou reconhecendo suas vitórias.

Amam mais

O amor é um sentimento maravilhoso, algo que exercemos em relação as pessoas de nossa família, amigos e principalmente paixões. Pessoas sensíveis tendem a se apaixonar com mais facilidade e por que não dizer também com mais frequência, pois não é raro encontrar pessoas sensíveis sempre com o coração preenchido por alguém, mesmo quando estão sozinhos.

Mas apesar de todo esse sentimento, os sensíveis tendem a sofrer mais decepções amorosas e a se iludir, acabando por se isolar e até desacreditar que exista realmente o amor. Quando isso acontece, a pessoa sensível precisa de um tempo para se recuperar e dar lugar a outra pessoa que possa merecer todo seu amor.

O defeito das pessoas sensíveis

Por conta de uma personalidade mais sensível e não exatamente frágil, o grande defeito que as pessoas sensíveis possui é que apesar de saberem lidar com a solidão, a rejeição é algo difícil de tolerar. É muito comum que sensíveis levem para o pessoal uma situação que seja no coletivo ou que por ser mais reservado, não é abraçado e sim ignorado pelos outros.

Não leve tão a sério a opinião dos outros ou que um olhar atravessado seja por que não gostam de você. Entenda que assim como você, existem outras pessoas sensíveis ou mesmo pessoas que não te conhecem bem o suficiente para terem absorvido o quanto você é uma pessoa especial. Se houver desprezo aprenda a ser maduro, olhando para essas pessoas com amor e valorizando a cada dia quem você é.

Eu, Catarina, sempre indico aos meus leitores o livro de um grande amigo meu, chamado Nicholas Johnson. Caso você não o conheça, você logo saberá mais sobre ele. Como a maioria dos temas que escrevo se trata da Lei da Atração, o livro também entra nesse tema.

Nicholas escreveu um livro muito completo, com exercícios e conhecimentos poderosos e nunca antes mostrados sobre a poderosa Lei da Atração e os benefícios que ela trás para nossas vidas.

Como eu sempre indico para meus leitores, dessa vez não farei diferente. Caso queira começar a praticar tudo que ele ensina e aprender a fazer o universo conspirar a seu favor, clicando aqui você responde um rápido quiz, dessa forma eu saberei se você realmente quer descobrir os ensinamentos poderosos de Nicholas Johnson.

O que achou do artigo?