J. K. Rowling, do fracasso ao sucesso

Com mais de 120 milhões de livros vendidos no mundo, só do primeiro livro (Harry Potter e a Pedra Filosofal), Harry Potter conquistou uma legião de fãs e atualmente está completando 20 anos do lançamento do primeiro livro.

Quem lê o grande sucesso de Harry Potter nos livros e vê o esplendor das aventuras do bruxinho no cinema, não imagina que sua escritora, hoje uma das maiores personalidades do mundo, escrevia a mão ou numa máquina de escrever velha e estava mergulhada em uma profunda depressão, depois de um divórcio e com os filhos pequenos.

Joanne Rowling ou simplesmente J. K. Rowling, é hoje uma consagrada escritora infanto juvenil que não só fez uma fortuna com suas histórias de magia e aventura, mas tem uma história pessoal de superação, muito além do que seus livros nos contam.

Os primeiros 20 e poucos anos

Com uma bilheteria de mais de 7,7 bilhões de dólares em todos os filmes da saga Harry Potter, J.K. Rowling jamais poderia imaginar que conquistaria o mundo, depois de tantas decepções que passou até meados da década de 90.

Nascida Joanne Rowling em Yate, Inglaterra no ano de 1965, J. K. Rowling é filha de um engenheiro e uma técnica em ciências. Com 2 anos, sua irmã Diane nasceu e era para ela que na infância e adolescência, contava histórias, tanto conhecidas como de sua própria autoria.

Na adolescência, J.K teve grandes desafios, tendo que ver o sofrimento da mãe com esclerose múltipla e manter um relacionamento bastante conturbado com o pai. Nesta época, ela se especializou em línguas como inglês, francês e alemão e logo foi cursar a Universidade de Exeter, onde se formou em Artes.

Foi em 1990 em Manchester, que J.K teve as primeiras ideias do que seria o livro de Harry Potter. Andando em um trem, a história de um garoto indo estudar em uma escola de magia simplesmente brotou, dando início as primeiras páginas de Harry Potter e a Pedra Filosofal.

Naquele ano sua mãe falece e este evento, influencia grandemente sua escrita. Depois da morte da mãe, ela se muda para Portugal onde começa a dar aulas de inglês, e logo conhece o jornalista Jorge Arantes, com quem se casa em 1993, ano do nascimento de sua primeira filha Jessica.

A partir de então, a vida de Rowling vira de ponta cabeça, já que o casamento acaba em divórcio, apenas alguns meses depois do nascimento de sua primogênita e ela se encontra completamente sozinha, triste e com uma criança para sustentar.

Tempos difíceis

Em uma entrevista, J. K. Rowling afirmou que este foi um dos momentos mais difíceis de sua vida: “Tinha saído da faculdade há 7 anos e meu casamento havia acabado, fazendo com que me tornasse uma mãe solteira e desempregada. Eu era tão pobre quanto é possível ser na Inglaterra, sem ser um morador de rua.”

Nesse momento, J.K foi para Escócia para morar com a irmã e ter ajuda na criação da filha. Sem um emprego, ela dependia de ajuda social do governo e se enxergava como um grande fracasso, chegando a pensar em suicídio, principalmente quando foi diagnosticada com depressão.

Nesse ponto da vida de J.K, o que a fazia continuar lutando era a filha e o sonho que estava inacabado em apenas 3 capítulos. Doente, pobre e sozinha, as chances de J.K eram mínimas, mas ela aproveitou para escrever freneticamente seu livro e buscar quem o editasse.

O começo do sucesso

J. K. Rowling com o livro de Harry Potter nas mãos

Em 1995 Harry Potter e a Pedra Filosofal foi concluída, levando J.K a buscar uma editora séria que quisesse publicá-lo. Depois de 12 editoras negarem o manuscrito, foi a editora Bloomsbury que aceitou produzi-lo, já que a filha do editor chefe, que na época tinha 8 anos, se apaixonou pela história.

Em junho de 1997, o livro foi lançado no mercado com 1.000 cópias sendo que 500 foram entregues a bibliotecas. 5 meses após, Harry Potter e a Pedra Filosofal já vendia inúmeras cópias diárias e dava os primeiros prêmios a J.K no ano posterior.

Em 98, J.K não podia acreditar no que estava acontecendo em sua vida! Em poucos meses, ela que estava depressiva, desempregada e com uma criança pequena para criar, se via envolta de convites e prêmios como o Britsh Book Awards, Nestlé Smarties Book Prize e o Childrens Book Award.

No mesmo ano, a Scholastic Corporation, editora americana infanto juvenil de grande renome mundial se interessou pelo livro e comprou os direitos para publicá-lo nos Estados Unidos por 105.000 mil dólares, deixando J.K Rowling extremamente perplexa! Com esse feito, ela mudou-se de seu pequeno apartamento para uma nova e luxuosa moradia em Edimburgo.

Harry Potter, sucesso sem limites

A partir de então, J.K escreveu outros 6 livros que continuam a saga do bruxinho Harry Potter, totalizando 7 livros incríveis que se alinham em muita aventura, personagens mágicos e um enredo envolvente que continua conquistando leitores mundo afora.

Atualmente, Harry Potter não é apenas um livro mas uma marca mundial que custa a bagatela de 15 bilhões de dólares! Além disso, o livro é um dos mais vendidos na história editorial e traduzido para mais de 60 países.

Dicas de J. K. Rowling de superação

Com uma história de superação tão grande, J.K deu algumas dicas sobre a vida e como superar momentos difíceis, quando palestrou em um simpósio em Harvard:

  1. Não importa o quanto talentoso e inteligente você seja, o que está descrito em seu destino irá acontecer independente do seu desejo e metas;

  2. Seus pais podem dirigir você na direção errada, mas com o volante na mão a responsabilidade agora é sua e de mais ninguém;

  3. Fracasso é se livrar de tudo que não tem importância em sua vida. Pare de fingir que não é pra você passar por isso e se direcione para aquilo que te motiva e você deseja. A determinação que encontrará em você mesmo é muito maior lutando por aquilo que almeja do que por algo que apenas está fazendo para não perecer.

O que achou do artigo?

17 Exercícios para ATIVAR a Lei da Atração em sua vida, receba já:

x