Humildade, a virtude perdida

Humildade, uma virtude cada dia mais escassa. Para muitos, ser humilde se designa em ser uma pessoa fraca, pobre e ignorante, mas a humildade está mais ligada a riqueza que algo sem valor.

Derivado do latim húmus que significa terra e com relação direta com a palavra homo que significa homem, a humildade significa estar com os pés na terra, ou seja, ser pé no chão, alguém firme, realista e autêntico.

Mas como o título do texto diz, a humildade está se tornando algo como uma virtude perdida, uma qualidade humana que muitos ou não querem ou simplesmente enxergam de modo errado.

A Humildade é fator primordial de nosso caráter, e pessoas humildes sabem como agirem, de forma a não rebaixar ninguém e muito menos serem ou se sentirem rebaixados.

Humildade, essencial para a vida

Em um mundo cada vez mais artificial, de pessoas superficiais, a humildade tem se tornado algo difícil de encontrar. Ainda é comum que muitas pessoas confundam o ser humilde com sua classificação social, mas não são sinônimos.

A humildade não se limita a status sociais mas sim é a essência do caráter de alguém. Existem pessoas muito pobres que possuem uma humildade imensa, mas também existem aqueles que são orgulhosos e esnobam os outros, mesmo que elas não possuam nada de valor monetário.

O dinheiro não é a marca de uma pessoa humilde. Os humildes conseguem manter essa virtude até mesmo possuindo muito dinheiro no banco, com uma vida confortável e sem grandes dores de cabeça na vida secular. São pessoas que conseguem manter sua aura inicial e única, não se alteram no muito e no pouco, são ainda pessoas melhores.

Fuja do orgulho, soberba e egoismo

Existem 3 coisas que conseguem esmagar e pulverizar a humildade de nossas vidas, e são: o orgulho, a soberba e o egoísmo. Pessoas orgulhosas não sabem perdoar e muito menos pedir perdão; orgulhosos se encantam com tudo o que fazem mas olham com desdém para os outros, principalmente se fizerem algo ainda melhor.

Os soberbos são ainda piores, se sentem mais importantes e acima dos outros, superiores. Mas essa superioridade não se destaca em procurar ser melhor com boas vibrações, mas se sentir superior a ponto de querer pisar e prejudicar o outro, vê-lo na pior.

O egoísmo é o pior de todos os sentimentos, pois é ele que gera o orgulho e a soberba. Uma pessoa egoísta olha apenas para si e acha que não existe ninguém melhor que ela. Egoístas gostam de estar no controle e pensam apenas em si mesmos e buscam vantagem em tudo, nunca sendo empático e muito menos compassivo. Egoístas veem nos humildes, uma qualidade que denota pena, e não admiração.

Para se ter a humildade aflorada dentro de você, esses 3 sentimentos devem passar longe, se tornar algo totalmente impenetrável em seu ser. Mas é possível pessoas humildes ficarem assim? Sim, infelizmente. Os ressentimentos, mágoas e decepções, além de alguns momentos de fama e visibilidade, pode transformar pessoas humildes em seres humanos de personalidade questionável e infeliz.

Para não deixar que esses 3 fatores se tornem uma realidade em sua vida e mantendo sua humildade intacta, é imprescindível que você procure neutralizar os problemas que chegam até você. É fundamental que você não deixe que palavras, ações e acontecimentos aleatórios, te chateiem e nem frustrem você ao ponto de se tornar alguém amargo.

Peculiaridades da humildade

Pessoas humildes demonstram de longe, sua qualidade com um sorriso e mais do que isso, com um brilho no olhar que exerce paz em quem as vê. Os humildes tem em suas vidas alguns pontos de personalidade, que provam sua virtude e essência especial:

  • Pessoas humildes não buscam glórias e honras pra si, mas ainda que tenham feito algo louvável, se colocam como apenas participantes de um processo ou ter feito seu trabalho o melhor que podia;
  • A humildade faz com que as pessoas com essa característica, queiram ver o bem do outro, seu crescimento em todas as áreas e ainda procura ajuda-las a conquistar seus sonhos;
  • Os humildes vêm os outros como superiores a si mesmo e não o contrário;
  • Dá atenção a todos de modo especial, não apenas olhando para esse ou aquele pelo que ele pode lhe dar ou sua importância social;
  • Quando uma pessoa humilde está em uma posição de liderança, olha para seus subordinados não como servos ou empregados mas parceiros, e enxerga o potencial de cada um, trabalhando o que cada um tem de mais especial a dar;
  • Se doa para os outros sem buscar nada em troca, e mesmo quando está diante da ingratidão, pode ficar chateado num primeiro momento, mas depois passa por cima disso e continua em frente;
  • Fogem da exaltação pessoal e detestam aqueles que buscam reconhecimento a qualquer custo;
  • São pessoas boas, que não fazem trabalhos sociais para serem vistos, mas para ver o mundo melhor;
  • Fazem diariamente pequenos atos de amor. Seja dando um alimento para um mendigo ou ajudando um amigo de trabalho em uma tarefa;
  • Vivem uma vida de integridade e transparência. Gostam de ser sinceros e isso sempre sem serem grosseiros. Não tem medo de sua vida ser exposta ou serem cobrados de algo, pois não tem nada a temer;
  • São pessoas que evitam criticar e julgar demais. Preferem investir nas pessoas e incentivá-las;
  • Seja pobre ou rico, o humilde não altera seu caráter. Continua sendo o mesmo em qualquer situação;
  • São pessoas que por mais que sejam simples e até tímidas, elas chamam atenção pela sua maneira doce de ser, de se apresentar e principalmente de tratar os outros;
  • São cordiais, educados e respeitam a todos, ainda que seus conceitos sobre elas não seja positivo, sendo aberto para aprender e entender o que é diferente;
  • São pessoas felizes e que mostram essa felicidade em seu modo de viver simples. Não gostam de ficar expondo a vida de forma a se engrandecer e ver os outros enaltecendo seus atributos físicos e morais…para o humilde, o menos é mais;
  • Não gostam dos holofotes e preferem o anonimato e nele, é onde mais fazem acontecer.

Eu, Catarina, sempre indico aos meus leitores o livro de um grande amigo meu, chamado Nicholas Johnson. Caso você não o conheça, você logo saberá mais sobre ele. Como a maioria dos temas que escrevo se trata da Lei da Atração, o livro também entra nesse tema.

Nicholas escreveu um livro muito completo, com exercícios e conhecimentos poderosos e nunca antes mostrados sobre a poderosa Lei da Atração e os benefícios que ela trás para nossas vidas.

Como eu sempre indico para meus leitores, dessa vez não farei diferente. Caso queira começar a praticar tudo que ele ensina e aprender a fazer o universo conspirar a seu favor, clicando aqui você responde um rápido quiz, dessa forma eu saberei se você realmente quer descobrir os ensinamentos poderosos de Nicholas Johnson.

O que achou do artigo?