Ferramentas para usar contra as crenças limitantes

Porque quando começamos a aplicar a Lei da Atração é tão difícil conseguir atrair algumas coisas e outras conseguimos atrair tão facilmente? Muitas pessoas conseguem atrair facilmente pessoas e relacionamentos, porém sentem resistência para conseguir atrair dinheiro para a sua vida.

Outros não possuem problemas para o dinheiro fluir em sua vida, mas acabam se atrapalhando em seus relacionamentos. E desta forma, todos nós possuímos áreas em nossas vidas em que algumas coisas fluem melhor em relação à outras.

Mas qual é a diferença? Isso não significa que a Lei da Atração diz sim para algumas coisas enquanto para outras ela diz: “Não, eu não darei isto para você, melhor eu deixar isto assim como está.” Desde que você era criança, foram gravados em nosso subconsciente os nossos padrões de comportamentos e crenças em relação à nossa vida.

Muitas crenças são mais fortes pois foram registradas em algum tipo de choque ou trauma que acabamos tendo depois de tomar alguma decisão, e, inclusive, de algumas tradições familiares que possuem uma forte presença em nossa vida.

Nós somos criaturas com hábitos e padrões de comportamentos que gravamos ao longo do tempo. Até que, um dia, começamos a trabalhar com a Lei da Atração e começamos a fazer diversos tipos de declarações onde queremos mudar tudo, ou seja, adquirir outros hábitos.

Nós possuímos o dever de, primeiramente, limpar todas as nossas crenças limitantes do passado para conseguir gravar as nossas novas crenças e novas ideias.

Porém, essas novas ideias acabam colidindo, desenvolvendo uma resistência e nos perguntamos porque é que nós não trabalhamos constantemente utilizando a Lei da Atração.

Condicionamento natural

Nós fomos condicionados que, para que pudéssemos fazer dinheiro, precisamos trabalhar duro e lutar, mas o seu interior está em constante conflito com as crenças que ele quer ser livre e expressar-se. Internamente, você é levado a encontrar as suas paixões, e acreditamos que, se seguirmos as nossas paixões, estaremos condicionados à nossa situação econômica. Porém isso é apenas um mito.

É muito difícil e leva-se muito tempo para conseguir implementar novas crenças e ideias. Compreenda que o passado precisa ficar para trás.

Tudo o que você resistir, persiste, caso você se recuse a deixar que uma ideia que não lhe serve mais, não importando quantas afirmações que existem, você vai continuar a criar mais do que você não deseja mais.

Caso você perceber a repetição de alguns padrões nos seus relacionamentos e a sua relação com o dinheiro for um reflexo das suas crenças certamente que você possui em relação à estas questões, tudo permanecerá o mesmo.

Desenvolvendo crenças de autoeficácia

Com este exercício, você consegue preparar o seu terreno para construir fortes crenças de autoeficácia. Quando nós possuímos uma nova meta em nossa mente, desenvolvemos uma expectativa.

Possuir uma expectativa positiva, vai muito longe para ativar os nossos recursos internos para conseguirmos alcançar os nossos objetivos. Segundo algumas pesquisas as pessoas que se consideram altamente eficazes pensam, agem e sentem muito diferentes em relação daquelas que se percebem como sendo ineficazes.

Todas aquelas que se sentem eficazes conseguem produzir o seu futuro, ao invés de apenas prevê-lo.

Porém, o que é especificamente se considerar altamente mais eficaz? Os pesquisadores de desempenho atlético conseguem descobrir que grandes atletas focam as suas conquistas e, quando estão se preparando para uma próxima competição, fazem uma espécie de “filme mental” dos seus melhores desempenhos já realizados.

Eles conseguem se dar ao luxo de fazer uma versão “editada” pois estão constantemente realizando treinamentos para conseguir melhorar os seus pontos fracos.

Você também consegue aplicar esta estratégia para a sua própria experiência de vida. Ao começar a pensar em suas novas metas, que vai se tornar um desafio para você, você pode criar uma espécie de referência interna de vários sucessos do seu passado, que significam que você possui um alto grau de autoeficácia.

Existem diversos tipos de crenças apoiadoras – esta, por exemplo, de autoeficácia é uma crença positiva ao se tratar de sua identidade – “Eu sou totalmente capaz”.

As nossas crenças limitantes são os resultados de nossas interpretações negativas de nossas experiências que vivemos.

Dentro do momento em que nos identificamos com uma situação ou modelo, nossas decisões sofrem influências daqueles padrões, impedindo as mudanças de paradigmas.

Por mais que acreditamos que presenciamos a nossa realidade, ela é constituída através do nosso sistema de crenças e valores. A realidade em si é percebida através de algumas informações que obtivemos durante a nossa trajetória da nossa vida.

Crenças e valores

De acordo com o dicionário aurélio:

O que são crenças? São opiniões adotadas com fé e convicção.

O que são valores? São as normas, princípios ou os padrões sociais aceitos ou mantidos por um indivíduo, classe ou sociedade.

A partir do entendimento que nós vamos percebendo a realidade através de como interpretamos as nossas experiências, podemos começar a investigar através do autoconhecimento, e nos conscientizar de que um comportamento negativo tem por trás de tudo, um modelo de condicionamento mental memorizado, e reforçado a cada vez que nós vamos confirmando a crença como sendo verdadeira.

Como os pais criam os seus filhos determinam as crenças e valores dos seus filhos

Nós sofremos muitos condicionamentos desde a nossa infância por parte dos nossos pais, com o método de uma educação ensinada baseada nas suas próprias experiências de vida.

Isso é muito natural e inclusive inevitável, pois eles querem transmitir tudo o que julgam correto dentro da visão das suas crenças. Muitas vezes, os pais acabam criando os seus filhos com base no medo, ameaça e com muitas crenças limitantes relacionadas à diversos fatores da vida. A distorção é desenvolvida a partir da identificação com as vivências dessas informações.

Fatores externos que reforçam as crenças

Durante o nosso desenvolvimento, buscamos muitas referências para as nossas experiências, como forma de conseguir moldar a melhor maneira o ambiente em que vivemos, e da forma mais confortável possível, nos alinhando com a sociedade em geral e o seu padrão de consumo, controle, vestimentas, formas de se expressar e as crenças sobre diversos assuntos.

Tudo isso são adaptações que realizamos ao ambiente de uma forma muitas vezes inconsciente, e é exatamente aí que está o problema.

O nosso discernimento sobre o que devemos aceitar como sendo uma verdade irá definir o limite que podemos conseguir alcançar em todas as áreas de nossa vida.

Eu, Catarina, sempre indico aos meus leitores o livro de um grande amigo meu, chamado Nicholas Johnson. Caso você não o conheça, você logo saberá mais sobre ele. Como a maioria dos temas que escrevo se trata da Lei da Atração, o livro também entra nesse tema.

Nicholas escreveu um livro muito completo, com exercícios e conhecimentos poderosos e nunca antes mostrados sobre a poderosa Lei da Atração e os benefícios que ela trás para nossas vidas.

Como eu sempre indico para meus leitores, dessa vez não farei diferente. Caso queira começar a praticar tudo que ele ensina e aprender a fazer o universo conspirar a seu favor, responda este rápido quiz, dessa forma eu saberei se você realmente quer descobrir os ensinamentos poderosos de Nicholas Johnson.

3 Comments

  1. olga serao 11 de maio de 2017
  2. Ivancir 2 de junho de 2017
  3. Valderlei de Jesus 8 de julho de 2017

O que achou do artigo?