Eu dei o melhor de mim, e mesmo assim não foi suficiente…

Pessoas incríveis sofrem por rejeições! São homens e mulheres formados, independentes, inteligentes, muitos inclusive de uma beleza incomum e com grande potencial intelectual. Em geral, as melhores pessoas são as vítimas desse mal atual: a REJEIÇÃO AMOROSA.

Quando uma pessoa é rejeitada, ela se sente incapaz de ‘se refazer’, se reconstruir. Incapaz de ter alguém ao seu lado e de ser feliz como quer. Essa pessoa se fecha para o mundo, não por não ter meios de encontrar outra pessoa, mas por não querer outra e sim, AQUELA, a eleita! que muitas vezes traz um grande sofrimento, e oferece muito pouco de si.

Sentir-se desvalorizado(a), sem qualquer esperança de um futuro diferente e achar que, “JÁ CHEGA não vou mais amar ninguém” são sentimentos presentes na fase inicial da rejeição. E o primeiro passo para sair desse grande mar de areia movediça, é chorar! Sim. Chorar mesmo, porque dói de verdade se apaixonar, fazer tudo para dar certo e não ver o resultado que queremos. Eu dei o melhor de mim, e mesmo assim não foi suficiente, mas quem disse que VOCÊ precisa se desgastar e se desdobrar por alguém que nitidamente não tem o mesmo interesse que você!

Faça apenas sua parte, e se permita receber algo em troca também. Você tem apenas 50% de responsabilidade em um relacionamento, os outros 50% são parte do outro! E se ele(a) não fizer, é porque não tem o mesmo interesse que você, ou é acomodado(a), de toda forma nenhum desses tipos me parecem bons pra você! Quando alguém está interessado, sabe muito bem o que fazer.

Você não precisa cobrar, insistir, muito menos implorar atenção e atitudes! A pessoa age quando te quiser por perto, assim como você faz! Esqueça essa história de que “amar é se dar sem esperar nada em troca”, é uma frase linda, mas mentirosa, porque quando amamos queremos sim algo em troca, queremos ser amados também, sem hipocrisia aqui entre nós, verdade incontestável é que ninguém ama de graça.

Amamos para sermos amados, amar sem interesses materiais é uma coisa, mas, amar para ser rejeitado, nenhum ser humano mentalmente saudável deseja! Talvez você queira continuar abrindo a conversa toda hora e ver se ele(a) está online! continuar desmarcando compromissos porque ele(a) ligou te chamando pra “sair!”, talvez você continue dando prioridade a quem te coloca em último lugar! Ou ainda vai viver se culpando por não dar certo com ninguém, ou quem sabe você está cansado(a) de sofrer por quem não valoriza suas tentativas, e quer finalmente se libertar dessas correntes que te prendem a essa pessoa.

Algo que você só vai saber quando se conhecer completamente, se conhecer a ponto de responder imediatamente quando eu lhe perguntar: QUEM É VOCÊ? E o que você quer para sua vida e seus relacionamentos? Se permita errar, mas queira aprender para não cometer os mesmos erros.

Se permita viver um relacionamento recíproco, talvez virando a página pra viver o novo capítulo, talvez trocando o livro pra viver outra história… Só você pode saber. E o mais importante de tudo, se o que falei não fizer sentido algum pra você, não siga absolutamente nada! O que eu mais quero é que você tome as rédeas da sua vida porque as decisões estarão sempre nas suas mãos! Seja feliz, você não merece nada menos que isso!

O que achou do artigo?