A diferença no amor está nos detalhes

Ah, o amor! Quando falamos neste sentimento tão genuíno, é impossível não lembrar que ele está presente em pequenos detalhes, nos visíveis e também naqueles que não podem ser tocados pelas nossas mãos.

A tranquilidade que alguém nos traz

Aquela paz que invade o coração só de saber que o final de semana está chegando e você vai poder abraçar aquela pessoa, o mais forte que puder, já sentiu isso? É amor! A serenidade que o outro nos proporciona, só por estar ali presente, com os dedos entrelaçados na nossa mão, sem precisar dizer uma palavra. Sabe essa sensação? Também é amor!

O amor em forma de saudade

Quem nunca se lembrou do cheiro, do sorriso largo, do cabelo bagunçado, das sardinhas no rosto, do brilho dos olhos de alguém – que mais pareciam às estrelas no céu e, inconscientemente sorriu? A saudade que sentimos de uma pessoa, mesmo que tenhamos acabado de nos despedir dela, é amor disfarçado.

Cumplicidade também é amor

Se entender com um olhar, conhecer os pensamentos um do outro, estar presente nos momentos mágicos e nas adversidades. Decidir ficar em casa juntinhos, vendo um filme e comendo pipoca ou viajar centenas de quilômetros para acompanhar seu amor em um show de rock, mesmo que a sua praia seja o sertanejo. Por que amor também é parceria, telepatia e a alegria de fazer alguém extremamente feliz.

Respeito também é amor

Mesmo que as opiniões sejam divergentes e as atitudes não agradem, amar também é respeitar o outro, saber ouvir suas teorias, mesmo que para você sejam as coisas mais malucas, entender os medos e as frustrações e não julgá-lo por isso. É maravilhoso quando em um relacionamento, ninguém precisa fingir ser o que não é só para se encaixar na vida do parceiro, para se sentir importante.

Simples demonstrações de carinho

O café na cama, a flor colhida do jardim, as mensagens românticas no meio da madrugada, o bom dia em forma de “eu te amo”, ganhar o chocolate que você mais gosta em uma sexta-feira comum, o cafuné gostoso que te faz dormir no colo de alguém especial, acordar agarradinho, a massagem nos pés para esquentar do frio, os abraços apertados, os beijos intermináveis, as fotografias que não cansamos de olhar. Simples gestos, coisas pequenas, que provocam enormes emoções, é a forma mais pura de demonstrar o que sente por uma pessoa.

Embora, tenhamos em mente que relacionamentos devem ser nutridos de eventos marcantes e acontecimentos bombásticos, é possível encontrar o amor em qualquer momento do cotidiano, lugar e idade. Não deixe que as coisas aconteçam automaticamente, sem observar a beleza de cada detalhe.

O amor é a aventura de  conhecer a si mesmo e ao seu parceiro a cada dia e com mais intensidade, reinventando a relação diariamente, fortalecendo laços.

E você, o que faz para que o seu parceiro saiba todos os dias o quanto você o ama? Compartilhe com a gente nos comentários! Queremos encher nosso coração de felicidade com lindas histórias.

Eu, Catarina, sempre indico aos meus leitores o livro de um grande amigo meu, chamado Nicholas Johnson. Caso você não o conheça, você logo saberá mais sobre ele. Como a maioria dos temas que escrevo se trata da Lei da Atração, o livro também entra nesse tema.

Nicholas escreveu um livro muito completo, com exercícios e conhecimentos poderosos e nunca antes mostrados sobre a poderosa Lei da Atração e os benefícios que ela trás para nossas vidas.

Como eu sempre indico para meus leitores, dessa vez não farei diferente. Caso queira começar a praticar tudo que ele ensina e aprender a fazer o universo conspirar a seu favor, responda este rápido quiz, dessa forma eu saberei se você realmente quer descobrir os ensinamentos poderosos de Nicholas Johnson.

O que achou do artigo?