Como mudar seu comportamento através do autoconhecimento

Mudar. Esta pequena palavra tão poderosa, pode realmente trazer muitos desafios para nossas vidas. Mudanças nos fazem sair de nossa zona de conforto, nos mostram novas possibilidades para problemas antigos e provocam reflexões importantes para crescermos como ser humano.

As mudanças de comportamento, são importantes para vivermos bem em sociedade e principalmente com nós mesmos. Nosso comportamento pode influenciar positivo ou negativamente nossas vidas em todos os âmbitos e aspectos, sendo assim tão importante se conhecer e estar focado em mudar.

Relacionamos algumas dicas de como mudar comportamentos através de um melhor conhecimento de si mesmo. Com orientações simples, é possível mudar maus hábitos e poder se relacionar consigo mesmo de forma mais feliz, refletindo esta satisfação em todos os que o cercam.

Observe seus comportamentos nocivos

Todos cometemos erros e podemos ter hábitos que nem sempre são aceitáveis ou agradáveis de continuar sendo um costume. Ser agressivo fisicamente ou em palavras, comer de boca aberta e tratar as pessoas com desdém por exemplo, são atitudes comportamentais que adquirimos e que nem sempre percebemos que são nocivas para nós e para quem convive conosco.

Olhe para si mesmo e perceba onde está errando, o que você tem feito que tem afastado as pessoas. Comece a fazer mudanças pequenas mas que já demonstrem que a sua intenção é ser uma pessoa melhor.

Aprenda a perdoar e pedir perdão

Na teoria, perdoar e pedir perdão são coisas aparentemente fáceis de serem feitas, porém na prática essas ações são bastante complicadas. Perdoar é se decidir que apesar da mágoa e decepção que a outra pessoa lhe causou, você está disposto a ter um bom convívio com ela.

No caso de pedir perdão a coisa é um pouco mais complexa, pois nesse caso, é nosso ego e orgulho que deve ser negado para reconhecer que fizemos mal para alguém. Seja qual for das duas situações onde você se encontra, primeiramente tente se colocar no lugar do outro para entender as atitudes dele ou oque lhe motivou a agir de maneira negativa.

Perdoar é um processo que exige amadurecimento, inteligência emocional e principalmente amor…supere o que foi feito ou o que você fez e se liberte para perdoar e pedir perdão de verdade, com o coração.

Se prepare para as críticas

Como você aceita críticas? A pergunta pode a princípio parecer simples, mas diante de uma falha, nem sempre estamos dispostos a reconhecer nossas fraquezas e muito menos aceitar que alguém nos diga que erramos.

As críticas, ainda que muitas vezes negativas, são necessárias para nosso crescimento, pois mesmo que infundadas, elas nos faz refletir sobre nossas vidas e se estamos influenciando positivamente ou não as outras pessoas.

Aprenda aceitar críticas, principalmente daqueles que te conhecem bem. Seja mais tolerante, ouça com atenção e depois faça uma análise se o que foi dito é relevante e importante para sua mudança interior.

Fuja de mentiras

Diz um velho ditado que “a mentira não fica enterrada por muito tempo” ou que ela tem “perna curta”. Mentir não revela algo de alguém ou alguma coisa mas coloca o mentiroso em destaque, mostrando o quanto é manipulador e nada confiável.

Se o seu comportamento é muitas vezes contar inverdades, comece a mudar esse hábito agora. Pesquisas mostram que mentir faz mal a saúde, trazendo riscos para o corpo e para mente. Além disso, mentir afasta verdadeiros amigos, faz com que nos tornemos desacreditados e nos colocam em problemas até mesmo fatais, que poderiam ser evitados sendo mais honestos.

Aceite conselhos

Naturalmente, nós seres humanos não estamos abertos para aceitar conselhos. Assim como as críticas, vemos os conselhos como algo que não vai nos dar grandes vantagens. Apesar desse pensamento, está mais do que provado que conselhos de mãe, por exemplo, podem salvar os filhos em algum momento da vida.

Entenda que conselhos são o aprendizado que outras pessoas tiveram através de algo desagradável, e que para evitarem nos ver na mesmo situação, nos advertem para não sofrermos no futuro. Conselhos como não usar drogas por exemplo, contando alguma experiência ruim, pode salvar um jovem que esteja pensando em se viciar. Aprenda a ver o valor dos conselhos e aceite-os.

Conheça e estabeleça seus próprios limites

Existem pessoas que não respeitam o limite alheio, pois geralmente eles próprios não tem limites em sua vida. Aceitam deboches, desrespeito e fazem o mesmo, sendo que em momentos de alta intolerância, explodem em nervosismo e o desfecho pode ser bastante perigoso.

Aprenda a dizer não, a delimitar até onde você aceita que te tratem. Perceba os sinais de que está passando dos limites com o outro e recue para evitar enfrentamentos desnecessários.

Controle suas emoções

Chorar fora de hora, ser ríspido com as pessoas, gritar e se fechar em seu próprio mundo com raiva de tudo, são alguns dos exemplos que definem alguém sem inteligência emocional. Esses comportamentos, ainda que façam parte da personalidade nata da pessoa, podem ser modificados e controlados para viver bem consigo mesmo e com os outros.

Aprenda a controlar as lágrimas em momentos de tensão, evite grosserias sem razão, onde gritos e mau humor prevaleçam. Aprenda a falar dos próprios sentimentos e reconheça-os quando estão tomando conta de si. Respire fundo e tome a frente de suas próprias emoções.

Mude seu comportamento para seu bem

Mudar nosso comportamento é um desafio bastante complexo, pois requer muito autoconhecimento, reconhecimento que é falível, amadurecimento e vontade de ser melhor para si e para os outros. Mudanças de comportamento doem, nos faz sofrer por que é mais cômodo mantermos velhos hábitos do que criar novas atitudes.

Mas para viver melhor, mudar nossa visão de mundo e a forma como vivemos nele, trás inúmeros benefícios a longo prazo para nós:

  • Fortalecem nossas amizades;
  • Nos dá mais saúde física e mental;
  • Ficamos mais otimistas;
  • Desenvolvemos nossas emoções;
  • Aprendemos com nossos erros;
  • Nossas experiências nos amadurecem.

Refletir sobre nosso hábitos e buscar modifica-los, trás a tona inúmeras sensações e nem sempre aprazíveis, mas são elas que irão ditar os novos rumos que nosso novo comportamento, agora positivo, poderá nos levar.

Gostou do post? Esteja ligado em nossas novidades no blog, e não deixe de curtir nossa página nas redes sociais.

O que achou do artigo?

17 Exercícios para ATIVAR a Lei da Atração em sua vida, receba já:

x