Casamento e a Lei da Atração

Primeiramente espero que todos os exercícios que estou passando estejam surtindo efeitos na vida de cada um que tem lido e colocados em prática, curtindo cada experiência nova que está surgindo em sua vida.

Neste artigo quero comentar sobre uma pergunta que tenho recebido de diversas pessoas, relacionada à manifestação na Lei da Atração nos relacionamentos. Ao final, ficará muito claro como estas manifestações funcionam.

A Lei da Atração não é uma lei espiritualista, mas sim uma lei de ação e reação. Tudo que você transmite e tudo aquilo que não é resolvido, você atrai até resolver.

Confira uma das perguntas: “Olá, meu nome é Luísa e tenho apenas uma pergunta. Você vem dizendo que podemos utilizar a afirmação das manifestações em nossos relacionamentos.

No relacionamento em que eu estou vivenciando neste momento eu estou visualizando que desejo me casar com ele. Devo afirmar que “sou casada”? Gostaria de saber como posso aplicar isso para conseguir a manifestação. Aguardo sua resposta. Obrigada.”

Essa é uma excelente pergunta e acredito que muitas pessoas também possuem dúvidas em relação ao funcionamento da Lei da Atração no casamento. Além disso, essa manifestação também pode ser aplicada aos homens, viu!

Aliás, ela pode ser aplicada nos relacionamentos em geral.

Vou procurar explicar detalhadamente, principalmente porque quero falar também sobre o funcionamento de outros sistemas como a mente consciente, inconsciente e a crença em nosso poder superior quando nos referimos ao assunto casamento e relacionamentos de uma forma geral.

Podemos definir algumas coisas como os “faça” e os “não faça”.

Neste caso específico, o seu desejo é intencionalmente buscar a manifestação em se casar com uma pessoa específica que você possui um intenso desejo de amor.

Para que possamos analisar exatamente o que precisamos fazer, vamos analisar esse desejo por um momento.

Como já sabemos, a mente consciente funciona com pura lógica, sendo que as nossas emoções e sentimentos são a linguagem do nosso subconsciente.

Como parte integrante do exercício da manifestação, você deve impressionar o seu subconsciente com o seu real desejo. E você sabe como fazer isso?

Para que você consiga impressionar a sua mente subconsciente com este desejo, você deve principalmente traduzir o seu real desejo de sua linguagem lógica para a linguagem que a sua mente subconsciente interprete.

Podemos perceber dois elementos desse desejo que são lógicos:

  • Você está com o desejo de atrair um relacionamento com uma determinada pessoa específica;
  • Você possui o desejo de estar casada com ele.

Não existe problema algum em possuir estes desejos lógicos em sua mente consciente, porém, para conseguir trazer para o seu subconsciente para realizar a manifestação desejada, você deve traduzir ambos desejos lógicos para algo que o seu subconsciente consiga compreender.

Caso você possuísse o desejo de dizer ao seu subconsciente: “estou em um relacionamento com tal pessoa”, por exemplo, o seu subconsciente poderia compreender: “eu não entendo nomes e identidades. Estas são coisas para a mente lógica. Então me diga como se sente ao estar vivenciando um relacionamento com… depois posso manifestar isso para a sua experiência.”

Veja que primeiramente, você examina o seu relacionamento com ele para conseguir ver o que é que você faz para amá-lo. E você não deve dizer: “eu amo ele por causa disso ou daquilo…” Ao invés disso, você deve examinar quais são as suas emoções e sentimentos onde o relacionamento com ele geram em você e que você admira tanto e pretende continuar sentindo.

Para impressionar o seu subconsciente você precisa compreender dos seus próprios sentimentos e emoções. A partir do momento em que você encontrar esses sentimentos e emoções, procure focar-se nesses sentimentos e não somente na pessoa em si, dessa forma o seu subconsciente irá compreender o que você deseja.

Então o seu subconsciente irá compreender o seguinte: “agora entendi. É exatamente isso que você deseja que se manifeste? Vou te providenciar mais sentimentos como esse então…” Assim as chances são de que, uma vez que ele é quem está lhe proporcionando tais sentimentos e emoções, o seu subconsciente irá proporcionar e trará para você.

Ou seja, a sua mente subconsciente não reconhece nomes como João ou Luís, ela trará quem quer que seja que esteja criando esses sentimentos e emoções dentro de você.

Certamente você conhece pessoas que já caíram nos mesmos tipos de relacionamentos todas as vezes, como se não fosse com uma pessoa específica (Lucas, Marcos, Maria…), mas em relação ao tipo de relacionamento que elas atraem?

Você precisa certificar-se de não estar focado em uma pessoa específica durante os seus exercícios de concretização ou afirmações. Elas podem manifestar-se de forma escassa, porque a mensagem que o seu subconsciente estará recebendo é que existe somente uma pessoa no mundo com essas condições para você e isso vai contra às manifestações de forma abundante.

Eu compreendo que, logicamente, você quer estar com uma pessoa específica, mas não comunique para a sua mente subconsciente dessa forma. Você precisa focar os seus sentimentos, não em uma pessoa específica. Isso nos faz ao segundo elemento lógico, o casamento.

Se você passar a dizer ao seu subconsciente que irá se casar, o seu subconsciente dirá “você fará isso?” Novamente vem a explicação de que a mente subconsciente quer saber como você gosta de sentir-se ao estar casada ou casado.

Procure passar um tempo sozinho para analisar quais as qualidades de um casamento que você gosta tanto dele. São estes momentos que vocês tanto gostam e passam juntos?

Se você está se valorizando como pessoa, cuidando de si, procurando vivenciar bons hábitos, praticando atividades físicas, tendo uma boa alimentação, lendo uma boa literatura e, principalmente, cultivando bons costumes espirituais, certamente você está se tornando uma pessoa merecedora de um bom relacionamento.

Perceba que inicialmente você precisa cuidar de si mesmo, para depois então, ter condições de poder cuidar de outra pessoa: isso é o fundamento básico de um produtivo e duradouro casamento.

Desejo o melhor possível para o relacionamento de todos.

Ninguém pode estar certo de que os relacionamentos proporcionam a felicidade, porém certamente a felicidade proporciona grandes relacionamentos.

Eu, Catarina, sempre indico aos meus leitores o livro de um grande amigo meu, chamado Nicholas Johnson. Caso você não o conheça, você logo saberá mais sobre ele.

Nicholas escreveu um livro muito completo, com exercícios e conhecimentos poderosos e nunca antes mostrados sobre a poderosa Lei da Atração e os benefícios que ela trás para nossas vidas.

Como eu sempre indico para meus leitores, dessa vez não farei diferente. Caso queira começar a praticar tudo que ele ensina e aprender a fazer o universo conspirar a seu favor, responda este rápido quiz, dessa forma eu saberei se você realmente quer descobrir os ensinamentos poderosos de Nicholas Johnson.

▶ Clicando aqui você responde o quiz que Nicholas criou e passa a conhecê-lo melhor também.

One Response

  1. Valderlei de Jesus 6 de janeiro de 2018

O que achou do artigo?