As lições de Walt Disney para não desistir de nossos sonhos

“Eu gosto do impossível pois lá a concorrência é menor.” Walt Disney. Quando olhamos para essa frase e o império que o criador do Mickey fez, vemos que é possível acreditar nos próprios sonhos e lutar por eles. A história de Walt Disney é cheia de altos e baixos, mostrando que para atingir o sucesso, ele passou por dificuldades que não o fizeram desistir de seus objetivos.

Neste artigo, vamos analisar a vida e legado de Walt Disney e entender como ele conseguiu atingir o sucesso em um tempo difícil e com recursos escassos, se tornando um dos maiores milionários de seu tempo, criando um sonho encantador para crianças e adultos, nunca voltando atrás ou desistindo de seus objetivos.

Fugindo de casa

Fugir pode parecer ser uma palavra que não deveria estar no vocabulário de alguém que pretende não desistir de seus sonhos, mas no caso do jovem Walter Elias Disney, as imposições e brutalidade do pai, Elias Disney, acabaram por faze-lo perceber que teria que sair daquele local, antes que algo pior acontecesse.

Mesmo não sendo de maior, Disney estudou artes aos 16 anos e depois se alistou para o exército, fato que não ocorreu pois não havia atingido a idade mínima. Por conta disso e em busca de uma forma de fugir das agressões do pai, se tornou colaborador da Cruz Vermelha, trabalhando para a instituição na França.

Sonhando acordado

Ao voltar da França, Walt Disney trabalhou Em Kansas City numa produtora por um tempo, onde conheceu seu amigo de vida e profissão Ub Iwerks, com quem em 1920 montou sua primeira empresa de produção de desenhos, a Iwerks-Disney Commercial Arts. A empresa não teve sucesso e foi fechada anos depois, assim como mais duas empresas com o mesmo segmento.

Apesar dessas decepções e que poderiam colocar qualquer um de nós em descrédito, Walt não desanimou, lançando a Disney Brother´s Studio com Ub e seu irmão Roy Disney. Agora com Roy cuidando das finanças, ele na produção e Ub na arte, a empresa tinha tudo para crescer e prosperar, principalmente depois da criação do coelho Oswald.

Apesar de Oswald e outras pequenas produções serem rentáveis, Disney percebeu que precisaria de algo incrível que despertasse atenção dos grandes estúdios, pois suas intenções eram grandiosas, criando uma produtora de renome mundial e que impactasse o público.

Foi então que Ub desenhou Mickey Mouse, o rato divertido que tomou o lugar do coelho Oswald e se tornou o personagem mais consagrado de Disney. A partir dele, Disney se viu livre para outras pequenas produções, que lhe abriram as portas do seu maior objetivo: criar um longa metragem animado.

Em 1937, depois de 3 anos de árduo trabalho, Walt Disney lançou o primeiro longa metragem da Disney produções: Branca de Neve e os Sete Anões. A história escrita pelos Irmãos Grimm e que fala da jovem princesa que foge de sua madrasta bruxa, indo morar com 7 anões na floresta, fascinou a todos com suas cores, sons e movimento.

Disney arrecadou mais de 8 milhões de dólares no mundo todo em 1938, ano de lançamento do filme e sendo a maior bilheteria de um filme sonoro para época. Além disso, Walt recebeu um oscar e até hoje é Branca de Neve e os Sete Anões é considerado um dos maiores filmes infantis do mundo, levando em conta inclusive a tecnologia e recursos da época de sua concepção.

II Guerra Mundial

Depois do sucesso de Branca de Neve, Walt Disney amargou os anos difíceis para os negócios durante a segunda guerra mundial. Apesar do governo Americano ter entrado para a guerra e ter comprado filmes de Disney, (que mostravam seus personagens fazendo treinamentos para guerra como soldados) ele também foi duro contra o comunismo, tendo seus filmes negados em solo soviético.

Neste momento, encontramos um Disney mais maduro porém inseguro com os rumos que a guerra levariam. Com o fim em 1945, a empresa de Walt Disney está em ruínas, tendo apenas duas opções: continuar, tentando uma super produção para salvar a produtora ou vender a empresa a uma quinquilharia…Disney optou por continuar dando vida a seus sonhos.

Disney, muito além do sonho

Walt Disney criou Cinderela em 1950, e durante toda aquela década, criou filmes surpreendentes como A Ilha do Tesouro e 20.000 Léguas submarinas. Na década de 60, criou Mary Poppins, filme que o levou a 14 indicações ao oscar, levando 5 estatuetas.

Os sucessos de Disney não pararam por aí, sendo que agora a Walt Disney Company é um dos maiores conglomerados de filmes e produções artísticas do mundo. Mas o maior sonho do magnata era criar um parque temático gigantesco e divertido, que aliasse a beleza, tecnologia, modernidade e diversão que suas produções sempre destacaram.

Em 1955, foi inaugurada a Disneylândia na Califórnia e em 1971, 5 anos depois de sua morte, em Orlando é inaugurado a Walt Disney World, até hoje, considerado um dos  maior parque temático do mundo e um dos 8 mais visitados, recebendo mais de 20 milhões de pessoas anualmente.

Apesar de Disney não ter visto o resultado final do que seus sonhos produziriam, ele semeou objetivos concretos que de tão inovadores e influenciáveis, conquistaram todos os que o cercavam, se tornando um sonho deles também e que perpetuou mesmo depois de sua morte.

As lições de Walt Disney

walt disney em frente ao castelo da disney

Disney foi um homem a frente de seu tempo, olhando para um futuro distante e difícil mas de forma positiva, acreditando que conseguiria atingir todos seus objetivos. Disney nos ensina com suas experiências, esperança e confiança em si mesmo, que:

  • Disney empreendeu um negócio que era algo novo no mercado da época, indo mais por sua intuição e sede de vencer do que realmente pelo dinheiro ou prestígio que isso podia lhe proporcionar;
  • Ele confiou em si mesmo e acreditava que suas criações iriam ser um sucesso, ainda que não tivesse nenhuma referência anterior ou vantagens do mercado;
  • Disney era uma pessoa altamente resiliente, conseguindo se reerguer de falências que poderiam tê-lo feito desistir;
  • Vislumbrou a Disneylândia mas não chegou a ver a Disney World, porém seu legado foi tão positivo, influenciador e visionário, que conseguiu impactar as pessoas depois dele, a fazerem seu sonho se tornar realidade;
  • Walt Disney nos ensinou que podemos fazer nossos sonhos darem certo, basta acordarmos para realiza-los com sucesso.

Curtiu nosso post? Esteja sempre motivado com nossos artigos para alcançar seus sonhos e jamais desistir. Não esqueça de compartilhar.

O que achou do artigo?