Aprenda como controlar suas emoções

Atualmente, a inteligência emocional é a necessidade mais importante de uma geração que não sabe controlar suas emoções, é também um dos maiores desafios para um mundo cada dia mais emotivo, porém instável.

Pesquisas comprovam que no mercado de trabalho por exemplo, as pessoas estão chegando mais qualificadas, no entanto a educação moral e principalmente o controle com as próprias emoções, tem levado a demissões com justa causa e quando não, muitos problemas de relacionamento.

O controle emocional não é só fundamental para nossa vida em sociedade, mas principalmente para lidarmos com nós mesmos e sabermos como reagir diante das adversidades da vida e de nossas frustrações e alegrias.

Este artigo busca ajudar com dicas simples, como aprender a controlar suas emoções fazendo mudanças pequenas mas que serão muito benéficas para sua vida a longo prazo.

Respire fundo, mantenha a calma

Diante de um momento de fúria, como você age? Grita, joga coisas no chão? Xinga? Parte para violência? Podemos reagir de inúmeras formas e na maioria delas a atitude não ser boa. Segundo o Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP), no Brasil se morre mais gente do que na guerra da Síria.

Esses dados assustadores, revelam muitas pessoas que, por não ter controle sobre suas próprias emoções, acabam cometendo crimes hediondos, quando poderiam buscar ajuda e aprender como controlar as emoções como a raiva e frustração.

Por exemplo, respirar fundo em um momento de nervosismo, pode acalmar aos poucos e controlar as emoções em ebulição.

Se estiver diante de uma discussão e se sentir irritado, respire fundo o mais devagar que puder e procure manter a calma. Fechar os olhos, tentando afastar do foco de visão a pessoa ou coisa que irrita, ajuda a relaxar mais rápido.

Controle todas as emoções, inclusive as boas

Pode parecer estranho mas também devemos saber controlar nossas emoções boas como riso e bom humor, pois mesmo sendo boas para o organismo e emoldurar nossos rostos com mais beleza e vitalidade, rir além da conta e que depois se altera rapidamente para uma melancolia, são indícios de bipolaridade, um problema mental onde o paciente vai da euforia até a depressão extrema em pouco tempo e pode trazer riscos a pessoa e para quem os cercam.

Independente desta doença, o equilíbrio nas emoções é tudo, pois devemos saber o momento de demonstrarmos uma grande felicidade, assim como de agirmos com insatisfação. É importante manter a integridade das suas emoções para que você consiga analisa-las e controla-las no momento certo.

Liste seus sentimentos

pessoa com caneta na mão escrevendo

Pegar papel e caneta para escrever algo, pode parecer antiquado mas é uma ótima forma de expor nossos sentimentos e emoções. Pessoas que tem mais dificuldades de transmitir o que sente, podem encontrar nesse recurso, a melhor forma de conseguir explicar suas emoções.

Além de escrever, você pode listar, ou seja, marcar as emoções que mais tem tido nos últimos tempos. Angústia, solidão, alegria e sensação de paz, podem ser melhor definidos no papel e passado para os outros, esclarecendo o que sente e também facilitando o relacionamento das pessoas com você.

Busque atividades que te aninem

Encontre uma prática que goste. Correr, pescar, ouvir música e dançar…o importante é estar conectado com algo que eleve sua auto estima e te dê prazer e bem estar no momento. Pegue o hábito e inclua essa atividade em seu dia a dia, pois além de algo que te dê prazer, também pode ser a calmaria nos momentos de cólera e desânimo.

Abra sua mente

Deixar de lado crenças e atitudes preconceituosas, são formas de controlar suas emoções também. Enxergar um grupo étnico com discriminação ou criticar uma determinada religião ao ponto da ira, podem ser fatos que você precise trabalhar em você.

Pense fora da caixinha! Se liberte de pensamentos e vá conhecer, descobrir melhor sobre o assunto que lhe cause desconforto. Pesquise e faça uma visita ou conheça pessoas desses grupos. Você pode se surpreender e fazer novos amigos, além de aprender a lidar melhor com suas emoções em relação a eles.

Analise seus relacionamentos

homem e mulher discutindo a relação

Um dos maiores motivos de descontrole emocional são relacionamentos abusivos. Seja em um casamento onde o marido e a esposa trate o outro com humilhação, violência ou falta de respeito, relações com pouco tempo de duração como namoros conturbados, já dão indícios de que não vale a pena insistir em algo assim.

Só no Brasil, pesquisas afirmam que para cada 100 mi mulheres, 4,8 morrem todos os anos no país por conta de violência doméstica. Esse número assustador, coloca o país em quinto lugar no ranking mundial, dos países mais violentos com mulheres no mundo.

Observe se depois de uma atitude egoísta e violenta, a pessoa continua agindo com agressões físicas e verbais. Não se permita continuar em um relacionamento que pode trazer feridas emocionais, que podem inclusive, atrapalhar futuros relacionamentos saudáveis.

Além de relacionamentos amorosos, também leve em conta de amizades problemáticas e que podem te levar para um mau caminho devem ser evitadas, assim como parentes sem limites que possam causar algum mau e devem ser parados na hora.

Cuidado com as próprias emoções, pois do amor ao ódio e uma fúria sem precedentes, os motivos e anos de abusos podem lhe fazer tomar decisões fatais para seu parceiro e para você.

Busque ajuda

As vezes diante de situações frustrantes e de um emaranhado de emoções sentidas ao mesmo tempo, percebemos que será difícil conseguirmos lidar com nossos sentimentos sem ajuda. Nessa hora, o auxílio de um psicólogo, pode ser a saída para não se tornar uma pessoa perigosa para si e para os outros.

Peça ajuda se perceber que o controle de emoções não está funcionando, apenas por pensar positivo ou buscar outros meios falados aqui. Não deixe que a raiva, tristezas e decepções consigo mesmo, acabem por te levar a uma situação crítica e traiçoeira, que te motivem a tomar uma decisão impensada e perigosa.

Nos conte suas estratégias para controlar as emoções e curta nossa página nas redes sociais, todos os dias com novidades pra você!

One Response

  1. Elisa Milene 28 de junho de 2017

O que achou do artigo?

17 Exercícios para ATIVAR a Lei da Atração em sua vida, receba já:

x