Alguns ensinamentos de Confúcio

Em nossa vida, muitas vezes nos encontramos tão tristes, precisando de um consolo e até mesmo de um ânimo para continuar a vida. A vida monótona e rotineira dos dias, acaba tirando nosso foco em sermos pessoas melhores e que não apenas sobrevivem nesse planeta.

Muitos filósofos e pensadores antigos, deixaram importantes ensinamentos para nós, com o intuito de nos ajudar a lidar com as questões mais profundas da vida ou mesmo com um cotidiano difícil. Confúcio por exemplo, foi um desses homens com uma alma grande e orientações que abrangem toda nossa existência.

Confúcio

Chi´u K´ung, mais conhecido por Confúcio, era um filósofo chinês que viveu entre 552 e 479 a.C. Foi um professor brilhante e grande pensador, influenciando muitos de seus alunos e se tornando um dos filósofos mais respeitados e conhecidos até os dias de hoje.

Uma curiosidade sobre Confúcio, é que acreditasse que todos seus escritos foram redigidos por um de seus alunos e não pelo próprio filósofo. Seus seguidores escreveram o livro “Anacletos de Confúcio”, onde descrevem conversas e provérbios que o sábio chinês costumava falar e ensinar.

Os escritos sobre o sábio filósofo, se referiam a coisas básicas das crenças e costumes morais dos chineses. O respeito aos idosos, amor e lealdade a família e ainda falava sobre o valor da família e sua importância como base para uma sociedade melhor. Além disso, ele dava orientações de como conhecer a nós mesmos e sermos seres humanos melhores.

Ensinos de Confúcio

Se queres prever o futuro, estuda o passado.

Confúncio nos ensina com essa frase, que podemos ter uma ideia de como será nossa vida vindoura, apenas olhando para nosso passado. Momentos que vivemos e principalmente a forma como reagimos a esses momentos, podem dizer como seremos no futuro, pois algumas ações são intrínsecas a nós e dificilmente irão mudar.

O homem superior atribui a culpa a si próprio; o homem comum aos outros.

Quanto mais maduros nos tornamos, tendemos a nos tornar mais humildes e a reconhecer com mais facilidade as nossas falhas e dificuldades. Com esse olhar, nos tornamos pessoas melhores, superiores não no sentido de sermos arrogantes mas em sermos flexíveis e simples.

Pessoas imaturas porém, geralmente se tornam prepotentes e dificilmente reconhecem que erram, levando sua altivez ao nível de transferir esses erros as outras pessoas e se tornando assim inferiores.

A humildade é a única base sólida de todas as virtudes.

Seja humilde. Confúcio não falava de dinheiro ou pobreza mas sim de ter um coração grato, de ser bom e sentir amor e empatia pelos outros, se colocando sempre inferior aos outros e assim mostrando inúmeras virtudes a partir desse sentimento de humildade.

Exige muito de ti e espera pouco dos outros. Assim, evitarás muitos aborrecimentos.

Uma das frases célebres de Confúcio, nesta citação, ele nos ensina que colocar muitas expectativas nas pessoas pode se tornar um problema enorme, a ponto de trazer situações indesejáveis e que poderiam ser evitadas, se não esperássemos tanto das pessoas.

A única pessoa que podemos controlar é nós mesmos, por isso coloque em você a fé e confiança, pois você sabe seus limites e numa frustração pessoal, será mais fácil superar do que diante de decepções com outras pessoas.

O mestre disse: pode-se induzir o povo a seguir uma causa, mas não a compreende-la.

Aqui, Confúcio fala em relação a política e sociedade, mostrando que carisma e palavras bonitas podem ganhar a aceitação de um povo, porém isso não significa que estes, conhecem ou entendem sobre o assunto que a causa firmada fala e o que ela defende.

Ou seja, um povo pode ser enganado facilmente se sua compreensão for limitada. De certa forma indireta, Confúcio deixa claro nas entrelinhas, que um povo sábio e culto, dificilmente se deixa levar por aparências, pois consegue julgar e avaliar ideologias e crenças de forma crítica.

Escolhe um trabalho de que gostes, e não terá que trabalhar nem um dia na tua vida.

Esta é uma das frases mais famosas de Confúcio. Nela, ele explica que quando estamos focados em um trabalho que realmente gostamos, geralmente ficamos tão animados e envolvidos, que não enxergamos como algo cansativo ou monótono mas ficamos ainda mais motivados a continuar trabalhando. Desta maneira, ele incentiva que procuremos exercer atividades, que nos dão prazer e não apenas dinheiro.

Para conhecermos os amigos, é necessário passar pelo sucesso e pela desgraça. No sucesso, verificamos a quantidade e, na desgraça a qualidade.

Quem nunca teve amigos mais chegados que um irmão? E quem também nunca se decepcionou com alguém que dizia ser aquele amigo do peito? A famosa frase acima, mostra que Confúcio nos dá uma dica básica e sábia: não chame todos de amigos, pois apenas alguns podem ser realmente considerados como tais.

É muito comum que em tempos de bonança, com dinheiro, bens e vantagens, muitos “amigos” se aproximem de nós e  estejamos com a casa cheia, mas é justamente nos nossos momentos mais difíceis que vemos quem são os verdadeiros, aqueles que nos ajudam a passar e sair de nossos dias mais cruéis.

Foge por um instante do homem irado, mas foge sempre do hipócrita.

A ira e a hipocrisia são coisas diferentes, porém uma é mais aceitável que a outra. A ira é algo temporário e que normalmente passa depois de uma conversa ou uma reflexão sobre as desavenças.

A hipocrisia por sua vez faz parte do caráter de pessoas manipuladoras e enganosas, e precisamos ser inteligentes e atenciosos, para perceber quem são estes e nos afastar.

O mestre disse: quem se modera, raramente se perde.

Existem pessoas que são mais agitadas, que não prestam muita atenção nas coisas e muitas vezes acaba sempre em confusão. Outras são lentas demais, chegando ao exagero de serem muito metódicas e desconfiadas e também acabam encontrando problemas pelo caminho.

Confúcio nos ensina aqui que ser moderado, saber a hora de falar, de agir, observar mais e estar atento a tudo e todos, não nos deixa ser enganado por ninguém e muito menos entramos em situações embaraçosas ou desagradáveis. A pessoa moderada sempre sabe por onde seguir.

One Response

  1. Ademir alvarenga 16 de outubro de 2017

O que achou do artigo?