A técnica perfeita para conquistar o seu amor

A palavra relacionamento aciona um gatilho mental e nos faz pensar automaticamente em uma pessoa, seja ela do presente ou do passado, trazendo uma carga emocional muito forte, atrelada principalmente à FALTA! pois, atualmente vemos muitas pessoas reclamando de suas relações amorosas, e poucas felizes e realizadas com seus amores.

A fala atual é “ninguém quer nada com nada”. Uma justificativa ao desinteresse e relações rápidas sem profundo envolvimento afetivo. Ora, mas se fosse verdade, porque tantas pessoas estariam falando isso, e reclamando por estarem sozinhas? Será que os homens não prestam, ou as mulheres é que estão modernas demais? Esse é o “jogo do empurra”, onde quando algo é incerto e pouco compreendido, tendemos a nomear culpados para justificar nossas situações e comportamentos.

A velocidade em que se começa um relacionamento atualmente, é a mesma com que se termina. Os relacionamentos duram o tempo que deveriam levar para terem começado! A urgência e emergência tecnológica, tão eficaz em alguns aspectos, traz a mesma sensação para os relacionamentos, mas não podemos esquecer que as máquinas não precisam de um tempo para conhecer seu operador, nós sim, precisamos de um tempo para saber sobre quem conhecemos hoje, o sentimento desperta com essa paciência e o relacionamento se solidifica com o tempo.

Mas quem é que tem tempo hoje em dia?! A rapidez que temos para conversar via Whatsapp por exemplo, traz a falsa sensação de que um relacionamento pode começar por ali mesmo, e ali mesmo você se apaixona, muitas vezes até sem nunca ter tocado, sem olhar nos olhos, sem trocar um único beijo, simplesmente por ter a atenção de uma pessoa que de uma hora pra outra, se tornou parte dos seus dias, mesmo se nada do que ali estiver, for de fato: FATO!

A carência nos faz enxergar os sentimentos que queremos, não os que estão realmente presentes. É possível transformar toda essa carência coletiva em relacionamentos sadios e duradouros, mas isso precisa de tempo, coisa que as pessoas dizem não ter mais! E esse tempo é para o autoconhecimento. É a partir desse ponto que nasce em nós o interesse na pessoa que muda 

nossas vidas, que coloca tudo no lugar e permite saber se o que sentimos é amor, paixão ou apenas atração, essa pessoa somos nós mesmos! Trazemos para nossa vida, a técnica, a teoria, esquecendo de que para viver um relacionamento precisamos de sentimento.

Precisamos saber se de fato aquela pessoa tão incrível virtualmente, é a mesma pessoa na vida real, no dia a dia. Saber se a personalidade dela é tão incrível quanto suas fotos na Disney, e se seu melhor ângulo é a única beleza que possui. Os olhos se apaixonam primeiro isso é fato, mas o exterior não sustenta um relacionamento.

Enquanto buscarmos no Google “como conquistar” nunca vamos de fato viver o relacionamento que tanto queremos. Uma frase de Young define bem essas pesquisas disparadas para aprender a técnica perfeita da sedução: “Conheça todas as teorias, domine todas as técnicas, mas ao tocar uma alma humana, seja apenas outra alma humana”.

Então, deixe um pouco de lado a urgência, a conveniência, os conselhos e toda essa gritaria te forçando a se comportar dessa ou daquela forma, não seja um personagem com texto decorado e atitudes calculadas, siga a intuição, o coração, a alma! Olhe no espelho e se pergunte o que de fato você está sentindo, se essa pessoa tem realmente algo a ver com você e com seus planos, se ela se encaixa na sua vida ou apenas na sua cama! Esse tal jogo da conquista ensinado por muitos, é perigoso e traz sofrimento, porque em todo jogo, algum lado perde, e nesse caso, se aqui estamos, talvez você não esteja ganhando como gostaria, ou, não esteja tão feliz como merece!

Entenda que, não existem fórmulas mágicas para conquistar uma pessoa, não existem técnicas capazes de despertar amor em ninguém, o máximo que você vai conseguir é despertar a atração e o desejo. Por isso é muito mais vantajoso que ao invés de tentar entender o outro, você busque se entender a ponto de ser suficiente pra si!

Quando temos segurança e autoconfiança os olhares automaticamente se voltam para nós, afinal, quem está feliz consigo, deixa de precisar do outro, e se torna uma companhia perfeita! Afinal, quem em sã consciência não quer um relacionamento equilibrado?!

Autoconhecimento te traz a tranquilidade para entender e aceitar que: algumas coisas levam tempo, e outras, o tempo leva! Técnicas funcionam, mas se nem a definição para o amor existe, imagine se teorias funcionariam…

O que achou do artigo?