7 sinais de depressão que você deve estar atento

É de manhã e você custa a levantar da cama, tudo a seu redor parece assustador e cansativo e a vontade é só dormir ou desaparecer. A tristeza se tornou uma companheira comum, que tem tirado todo prazer em atividades e tudo o mais que ainda possa ser válido.

Mais do que uma tristeza recorrente, a depressão é uma doença caracterizada por uma tristeza profunda, algo que se estende por meses e que quanto mais grave, provoca isolamento e desespero e pode levar a morte tanto por outras patologias, como por suicídio por exemplo.

Vamos conversar um pouco sobre a depressão, a gravidade do problema que já é uma epidemia mundial e quais os sinais visíveis que devemos estar atentos em nós e nas pessoas que mais amamos.

Depressão

Mais do que uma tristeza passageira, a depressão é uma doença grave que pode levar a morte. A depressão é uma patologia psíquica que logo no início pode ser confundida com uma tristeza intensa. Por exemplo, no processo de luto, é comum que fiquemos tão tristes a ponto de não querermos comer, dormimos mal, não temos vontade de fazer nenhuma atividade prazerosa e choramos a maior parte do tempo.

Mas ao contrário da tristeza que é uma emoção, um sentimento forte em um determinado momento da vida como o caso do luto, a depressão estende essas emoções e sensações por mais tempo, a ponto da pessoa não sentir qualquer tipo de motivação na vida e desejar ficar cada vez mais reclusa.

Com o diagnóstico da doença que é crônica, existe um longo tratamento que abrange terapia, medicamentos como antidepressivos e calmantes, além de uma mudança de hábitos, tanto em comportamento quanto alimentação e estilo de vida.

Atualmente, o Brasil é o país mais depressivo da América Latina, com 18% da população com o diagnóstico da doença. O problema da depressão é que o número de pessoas acometidas é bem maior do que se acredita, devido ao aumento de outras doenças associadas como a ansiedade e o estilo de vida das grandes cidades, cada vez mais corrido. A seguir, 7 sinais de depressão que você não deve ignorar e com o tratamento certo, poderá salvar a sua vida ou de quem você mais ama.

Pensando negativo 

Antes da tristeza profunda, os pensamentos negativos são os primeiros sinais de algum problema psicológico. Pensamentos que começam a ficar cada vez mais constantes como ´´Eu sou um fracasso! Minha vida é infeliz! Sou um zero a esquerda e nada dá certo pra mim“, são algumas das frases que frequentemente se ouvirá da boca de uma pessoa deprimida.

A depressão fica ainda mais evidente, quando até as coisas positivas que acontecem se tornam em algo negativo. Quando algo dá certo, é comum ver o deprimido dizer que foi pura sorte, foi mérito de outra pessoa ou que até que enfim algo deu certo mas sem muito entusiasmo. Pensamentos comuns de que no passado algo deu errado e no presente também é normal, não só são comuns como já materializam que o futuro será uma incerteza de acontecimentos ruins.

Tristeza intensa

Pessoas depressivas sentem uma angústia profunda e inexplicável, a ponto de não conseguirem se sentir melhor depois de uma boa noite de sono ou de uma viagem e atividade divertida. Tristeza que supera mais de 2 ou 3 semanas, deve ser analisada com cuidado, pois a depressão vai além de um sentimento transitório.

Falta de interesse 

Eis outro grande sinal de que você ou alguém próximo está sofrendo de depressão. Se o futebol de final de semana não é mais interessante, na hora do sexo, a vontade nunca vem e fazer uma viagem para um lugar divertido e lindo não é nada empolgante, são grandes as chances da depressão estar pairando sobre você.

Tudo o que antes era considerado animador, legal e divertido, começa a perder a graça, o brilho. O que antes era uma experiência incrível, agora é algo que não surte qualquer efeito em você e começa a atrapalhar não só aquilo que você gosta mas a sua relação com seus amigos e familiares.

Pouco ou muito sono

Pessoas depressivas tendem a ter um sono ou muito escasso ou algo exagerado, ao ponto de ficar em casa o tempo todo e nunca se desgrudar da zona de conforto que a residência se tornou para ela.

Este é um fator que deve ser analisado logo de início, pois a depressão atrapalha de forma brutal o sono da pessoa doente, fazendo com que ela comece a sentir desconfortos e problemas de saúde tais como insônia, cansaço excessivo e uma sensação de nunca descansar, estar sempre ligado.

Baixa autoestima

Se sentir feio, inferior aos outros e relaxar com a aparência, são outros fatores que mostram que a depressão pode estar vitimando alguém. A Autoestima é importantíssima para qualquer pessoa, pois além de fazer com que nos cuidemos e tenhamos uma visão positiva de nós mesmos, psicologicamente, demonstra uma boa saúde em todos os sentidos.

Quando a autoestima está em baixa, o sentimento de inferioridade e isolamento é evidente, sendo um dos sinais mais claros de depressão. A visão negativa com a própria estética, pode ser um dos desencadeadores da doença. Estudos comprovaram que pessoas ou muito abaixo ou acima do peso, podem sofrer do problema, sendo que nas pessoas acima do peso, a baixa autoestima chega a ser 30% maior do que nos mais magros.

Como ajudar

A depressão é uma doença séria que pode desencadear inúmeras outras doenças como Diabetes, doenças cardíacas, problemas estomacais, cefaleia, alguns tipos de câncer e outros problemas psicológicos como o transtorno de ansiedade generalizada.

Além disso, a pessoa depressiva precisa do apoio da família e amigos próximos e o mais importante nesse processo é não julgar ou questionar o porque de todo sofrimento. Muitas vezes, a pessoa com depressão não consegue explicar a angústia que sente e nem o que faz ela se sentir assim, portanto é imprescindível que você tenha sempre uma palavra de ânimo e um abraço, para que ela se sinta amada e cuidada.

A maior parte das pessoas com depressão, tem seu emocional abalado e quanto mais demonstrarmos que entendemos o que ela sente e pode contar conosco, é essencial. Deixe-a desabafar, deixe chorar e as vezes esteja apenas ali do lado em silêncio, demonstrando que ela pode se apoiar em você, pois em pequenas atitudes, você pode salvar uma vida dessa doença implacável e combater a doença para sempre.

Eu, Catarina, sempre indico aos meus leitores o livro de um grande amigo meu, chamado Nicholas Johnson. Caso você não o conheça, você logo saberá mais sobre ele. Como a maioria dos temas que escrevo se trata da Lei da Atração, o livro também entra nesse tema.

Nicholas escreveu um livro muito completo, com exercícios e conhecimentos poderosos e nunca antes mostrados sobre a poderosa Lei da Atração e os benefícios que ela trás para nossas vidas.

Como eu sempre indico para meus leitores, dessa vez não farei diferente. Caso queira começar a praticar tudo que ele ensina e aprender a fazer o universo conspirar a seu favor, clicando aqui você responde um rápido quiz, dessa forma eu saberei se você realmente quer descobrir os ensinamentos poderosos de Nicholas Johnson.

One Response

  1. Paulo Octávio 28 de abril de 2018

O que achou do artigo?