39 frases de Clarice Lispector para alavancar sua autoestima

Dizem que a vida é dura para quem é mole. Não acredito que esse dito popular esteja de todo certo, já que as dificuldades fazem mesmo parte da vida independente da capacidade de cada um de enfrentar os obstáculos inerentes a ela. Na vida, há mais espinhos do que flores, mais estradas de barro do que estradas asfaltadas.

A diferença é que, alguns desistem dela sem antes encará-la de frente.  Enquanto outros partem para o ataque.

A vida é um perigoso campo de batalha onde para se manter vivo não há outro remédio senão lutar.  Recusa-se a fazer isso, é se condenar a viver morto em vida.

Por isso resolvemos reunir frases de um dos maiores expoentes da literatura brasileira, Clarice Lispector, a qual nos deixou tão cedo vítima de um câncer e ainda com tanto a nos falar.

Clarice Lispector sentada de olhos fechados

Clarice Lispector

  1. Antes de julgar a minha vida ou o meu caráter, calce os meus sapatos e percorra o caminho que eu percorri, viva as minhas tristezas, as minhas dúvidas e as minhas alegrias. Percorra os anos que eu percorri, tropece onde eu tropecei e levante-se assim como eu fiz.

  2. A virtude da vida não está em fazer aquilo que se gosta, e sim gostar daquilo que se faz. Por isso seja forte, não como as ondas que tudo destrói, mas como as pedras que tudo suporta!

  3. Sonhe com aquilo que você quiser. Seja o que você quer ser, porque você possui apenas uma vida e nela só se tem uma chance de fazer aquilo que queremos.

  4. Não entendo de sonhos. Mas este me parece um profundo desejo de mudança de vida. Não precisa ser feliz sequer. Basta ano novo. E é tão difícil mudar. Às vezes escorre sangue.

  5. Todas as manhãs ela deixa os sonhos na cama, acorda e põe sua roupa de viver.

  6. Valorize quem te ama, esses sim merecem seu respeito. Quanto ao resto, bom… ninguém nunca precisou de restos para ser feliz.

  7. Não sou sempre flor. Às vezes espinho me define tão melhor. Mas só espeto os dedos de quem acha que me tem nas mãos.

  8. O mais importante é a mudança, o movimento, o dinamismo, a energia. Só o que está morto não muda.

  9. Eu sou mansa mas minha função de viver é feroz.

  10. Até cortar os próprios defeitos pode ser perigoso. Nunca se sabe qual é o defeito que sustenta nosso edifício inteiro.

  11. Sou como você me vê Posso ser leve como uma brisa ou forte como uma ventania. Depende de quando e como você me vê passar.

  12. E se me achar esquisita respeite também até eu fui obrigada a me respeitar.

  13. Perder-se também é caminho.

  14. Porque eu fazia do amor um cálculo matemático errado: pensava que, somando as compreensões, eu amava. Não sabia que, somando as incompreensões é que se ama verdadeiramente.

  15. Mas há a vida que é para ser intensamente vivida. Há o amor. Que tem que ser vivido até a última gota. Sem nenhum medo. Não mata.

  16. O que é verdadeiramente imoral é ter desistido de si mesmo.

  17. Não sei amar pela metade. Não sei viver de mentira. Não sei voar de pés no chão. Sou sempre eu mesma, mas com certeza não serei a mesma para sempre.

  18. Eu sou mais forte do que eu.

  19. A felicidade aparece para aqueles que reconhecem a importância das pessoas que passam em nossa vida.

  20. Não se preocupe em entender, viver ultrapassa qualquer entendimento.

  21. A prova de que estou recuperando a saúde mental, é que estou cada minuto mais permissiva: eu me permito mais liberdade e mais experiências. E aceito o acaso. Anseio pelo que ainda não experimentei. Maior espaço psíquico. Estou felizmente mais doida.

  22. Vocação é diferente de talento. Pode-se ter vocação e não ter talento, isto é, pode-se ser chamado e não saber como ir.

  23. Quem muito agrada, desagrada.

  24. Se você sabe conviver com pessoas intempestivas, emotivas, vulneráveis, amáveis, que explodem na emoção: acolha-me.

  25. Eu disse a uma amiga: — A vida sempre superexigiu de mim. Ela disse: — Mas lembre-se de que você também superexige da vida. Sim.

  26. Exagerada toda a vida: minhas paixões são ardentes; minhas dores de cotovelo, de querer morrer; louca do tipo desvairada; briguenta de tô de mal pra sempre; durmo treze horas seguidas; meus amigos são semi-irmãos; meus amores são sempre eternos e meus dramas, mexicanos.

  27. Não se preocupe em entender. Viver é o melhor entendimento.

  28. …E descobri que não tenho um dia-a-dia. É uma vida-a-vida. E que a vida é sobrenatural.

  29. A vida não é de se brincar porque em pleno dia se morre.

  30. Qualquer um pode amar uma rosa, mas é preciso um grande coração para incluir os espinhos.

  31. Só uma coisa a favor de mim eu posso dizer: nunca feri de propósito. E também me dói quando percebo que feri. Mas tantos defeitos tenho. Sou inquieta, ciumenta, áspera, desesperançosa. Embora amor dentro de mim não falte.

  32. …Se em um instante se nasce, e se morre em um instante, um instante é bastante para a vida inteira.

  33. O sofrimento é sempre um encontro consigo mesmo: sofrer amadurece.

  34. A raiva é a minha revolta mais profunda de ser gente? Ser gente me cansa. Há dias que vivo da raiva de viver.

  35. Segunda-feira é mais difícil porque é sempre a tentativa do começo de vida nova. Façamos cada domingo de noite um réveillon modesto, pois se meia-noite de domingo não é começo de Ano Novo é começo de semana nova, o que significa fazer planos e fabricar sonhos.

  36. No ultimo mês sinto ter vivido uma década e, na próxima semana, quero viver pelo menos meio século! Quero que tudo seja intenso, exagerado, louco, porque só assim fico satisfeita.

  37. Viver me deixa tão impressionada, viver me tira o sono.

  38. Viver é meu código e meu enigma. E quando eu morrer serei para os outros um código e um enigma. Despenhadeiros. Eu não sabia que o perigo é o que torna preciosa a vida. A morte é o perigo constante da vida.

  39. Cada pessoa é um mundo. Cada pessoa tem sua própria chave e a dos outros nada resolve, só se olha para o mundo alheio por distração, por interesse, por qualquer outro sentimento que sobre nada e que nos é vital, o ‘mal de muitos’ é consolo, mas não é solução.

    Eu, Catarina, sempre indico aos meus leitores o livro de um grande amigo meu, chamado Nicholas Johnson. Caso você não o conheça, você logo saberá mais sobre ele. Como a maioria dos temas que escrevo se trata da Lei da Atração, o livro também entra nesse tema.

    Nicholas escreveu um livro muito completo, com exercícios e conhecimentos poderosos e nunca antes mostrados sobre a poderosa Lei da Atração e os benefícios que ela trás para nossas vidas.

    Como eu sempre indico para meus leitores, dessa vez não farei diferente. Caso queira começar a praticar tudo que ele ensina e aprender a fazer o universo conspirar a seu favor, responda este rápido quiz, dessa forma eu saberei se você realmente quer descobrir os ensinamentos poderosos de Nicholas Johnson.

O que achou do artigo?